Como escolher o berço de bebê com 4 dicas infalíveis

Um berço de bebê seguro e confortável ajuda a garantir uma boa noite de sono para o pequeno. Porém, investir nesse móvel nem sempre é barato. É importante que a escolha seja bastante consciente, garantindo que o seu dinheiro será gasto com um item útil, adequado às suas necessidades e às do bebê.

Neste post, te damos dicas para escolher o berço de bebê ideal para cada situação e falamos um pouco sobre todos os cuidados que você deve ter com as crianças ao usar cada um deles.

berco

Conheça os diferentes tipos de berço

Conhecer os diferentes tipos de berço é a melhor forma de decidir qual é o ideal para você e seu bebê. Tem quem prefira um berço menor, que pode ser carregado para qualquer lugar da casa, enquanto outros preferem os maiores, que ficam somente no quarto e podem ser usados como uma minicama quando a criança já estiver maior. Cada um possui as suas vantagens e desvantagens.

Saiba como fazer uma lista perfeita de enxoval de bebê.

Berço americano

O berço americano é o modelo mais comum aqui no Brasil. Ele é menor e mais simples do que outros modelos — como os que têm uma cômoda ou que viram minicamas. Ele é ideal para quem vai montar um quarto menor ou que tem menos dinheiro para investir logo de cara. Por ser comum, é mais fácil encontrar colchão e roupas de cama que tenham as medidas do berço americano.

berco-americano

Berço redondo ou oval

Existem também os berços ovais e redondos, que servem para o bebê nos primeiros meses. Alguns berços ovais são extensíveis, se tornando um pouco maiores para acompanhar a criança por mais tempo. A maioria já vem com o colchão redondo, para os primeiros meses, e, depois, é necessário comprar o colchão para se adequar ao tamanho do berço quando for estendido.

berco-oval

Escolher entre um berço americano retangular e um redondo ou oval é mais uma questão estética e não faz tanta diferença para a qualidade do sono da criança.

Berço com cômoda

Perfeito para economizar espaço e dinheiro, já que é um móvel único com duas funções. A parte de cima da cômoda serve como trocador, mas, a maioria dos pais acaba não a usando devido ao seu espaço pequeno, nos quais bebês mais agitados podem rolar e, até mesmo, cair. Independente de usá-lo ou não como trocador, é legal deixar todas as roupinhas e produtos de higiene do bebê na cômoda. Assim, na hora da troca, tudo estará em um mesmo lugar.

berco-comoda

A medida em que a criança for crescendo, o móvel continuará sendo utilizado para outras finalidades. Alguns berços com cômoda  já possuem também uma bicama, o que facilita a vida de quem tem mais de um filho dormindo no mesmo quarto. A cama extra ainda pode ser usada pelos pais ou pela babá para tomar conta do bebê mais de perto em casos de urgência.

Minicamas

Alguns berços podem se transformar em minicamas, o que é uma economia, já que aumenta a vida útil do móvel em até dois anos. Este tipo de berço permite ajustar o estrado num nível mais baixo, assim, a criança que já aprendeu a andar pode subir e descer da cama sozinha e não corre o risco de cair do berço tentando escalar as grades para sair.

minicamas

Berço de balanço

Geralmente, são berços menores e ocupam pouco espaço, porém, deverão ser trocados rapidamente conforme o bebê for crescendo. O móvel oferece conforto para a criança e é prático para os pais, pelo fato do balanço ajudar na hora de dormir. Por outro lado, é importante ter atenção para o tamanho e peso que o fabricante indica, se a criança for maior do que essa medida, ela corre o risco de cair ao se virar no berço.

berco-porttil

1. Tenha um berço desmontável e portátil

Se a sua rotina inclui levar o bebê com muita frequência para o trabalho, para a casa de algum parente ou para viagens? Então, vale a pena investir em um berço portátil. Como ele tem as laterais feitas de tela, isso cria um ambiente fresco para o pequeno e impede que ele se sufoque. Além de ser mais fácil para tomar conta, já que as telas são quase transparentes. Isso permiti também que você veja o bebê sem precisar ficar ao lado dele o tempo todo.

berco-porttil.jpg02

 

Por ser maior do que um berço americano ele serve também como cercadinho. É bem flexível e, por isso, não precisa de colchão. Mas. toda vez que o bebê se mexe, o berço balança um pouco.

Eles são menos estáveis, já que não têm estrado e grades e não são recomendados como berço definitivo. Porém, são ótimos para deixar o bebê dormindo em lugares onde não existem acomodações adequadas. Dica: escolha um modelo leve e fácil de montar e desmontar, assim, ficará fácil levá-lo para qualquer lugar.

2. Confira as medidas do berço

Os berços podem ser comprados em lojas de móveis ou feitos sob medida.Portanto, o tamanho pode variar um pouco. Para acertar na escolha, é importante saber a medida do quarto onde ficará o berço e qual a medida do móvel para não ocupar um espaço maior do que deveria.

·        Berço americano: 130 cm por 60 cm.

·        Berço oval: chega até 145 cm de largura quando estendido.

·        Berço com cômoda: varia dependendo do tamanho da cômoda, mas pode chegar a 195 cm por 86 cm.

·        Minicama: 150 cm por 70 cm.

·        Berço de balanço: 102 cm por 73 cm.

·        Berço desmontável: também pode variar de um modelo para outro. Ele pode chegar até a 109 cm por 77 cm, quando montado.

3. Escolha as melhores marcas de berço

Em 2016, o Inmetro aprovou novas medidas de segurança para prevenir que os pequenos se machuquem com a estrutura dos berços. As novas regras estipulam uma diminuição na distância entre uma grade e outra e entre as grades e o estrado do berço. Isso impede que os bebês prendam as mãos e os pés nessas partes do móvel.

Caso você ganhe um berço antigo, verifique se ele atende a essas medidas. Não estando dentro das novas regras, é importante investir em uma reforma para garantir a segurança do seu bebê.

4. Não se esqueça do kit berço

Assim como as camas de adultos, os berços também precisam de roupa de cama. É bastante comum encontrar nas lojas os chamados kit berço. Eles, normalmente, vêm com várias peças diferentes, como lençol de cima e de baixo, fronha e edredom. Prefira sempre peças em tecido antialérgico para garantir que seu bebê fique confortável no berço e não desenvolva nenhuma irritação ou alergia.

kit-berco

 

Gostou das nossas dicas para escolher o berço de bebê? Confira também esse outro post sobre sobre como montar um quarto de bebê perfeito.

Como escolher o berço de bebê com 4 dicas infalíveis
Média 5 de 5 (100%), de 3 avaliações

Receba vídeos e informações para se preparar para o parto!

Deixe um Comentário