4 dicas para ter uma gravidez mais saudável

A gestação traz um turbilhão de emoções para o casal e sua família. Entre esses sentimentos, está a preocupação em manter a saúde na gravidez, protegendo tanto o bem-estar da mamãe quanto o desenvolvimento adequado do bebê que está chegando.

Mas, apesar de ser um momento extremamente especial, alcançar uma gravidez saudável não é um bicho de sete cabeças. Mudanças simples nos seus hábitos, como cuidar melhor da alimentação e descansar, podem garantir muito mais saúde para ambos: mãe e bebê.

Para lhe auxiliar nessa tarefa, trouxemos algumas dicas de como ter uma gravidez saudável. Venha conferir para colocá-las em prática no seu dia a dia!

gravidez-saudavel

1-Invista em uma boa alimentação

Um dos principais determinantes de uma vida saudável é a boa alimentação. Na gravidez, esse fator se torna ainda mais importante, visto que o bebê que se encontra na barriga depende diretamente do organismo de sua mãe.

Por causa disso, uma gravidez saudável está diretamente relacionada com a boa alimentação.

Uma excelente forma de adotar uma dieta balanceada é fazer um acompanhamento com o nutricionista. Esse profissional avalia todas as condições clínicas e as características da gravidez, indicando a melhor dieta para cada gestante.

Alimentos mais indicados

Para ter uma dieta equilibrada, é preciso investir na ingestão de frutas, verduras, hortaliças, legumes e carnes magras. Alimentos com alto valor nutricional, ricos em vitaminas, fibras e minerais.

A proteína, o cálcio, o ferro e o ácido fólico — esse último é fundamental para a formação do sistema nervoso do bebê – são extremamente importantes durante a gravidez.

Alguns alimentos ricos nesses nutrientes são: verduras de folhas cor verde escuro, como a couve, cereais, derivados do leite, ovos, peixes, carnes vermelhas e leguminosas.

Alimentos não recomendados

Alimentos industrializados contêm grandes quantidades de sódio, condimentos e conservantes. Portanto, vale a pena deixa-los de lado. Entram nessa categoria macarrão instantâneo, embutidos, enlatados, congelados, conservas e snacks.

Também é preciso evitar alimentos gordurosos ou com alto teor de açúcar, como queijos amarelos, carnes gordas, frituras, excesso de massas e refrigerantes.

2-Pratique atividades físicas regularmente

Outro hábito fundamental para alcançar a gravidez saudável é a prática regular de atividades físicas. Os exercícios auxiliam no controle do peso, permitem o relaxamento, ajudam a controlar o estresse e a ansiedade característicos desse período e, também, melhoram o humor.

Eles ainda aumentam a força e a resistência do corpo e melhoram a circulação sanguínea e a respiração. Como consequência, há uma promoção de condicionamento físico, o que é ótimo para sustentar bem o peso da barriga que só aumenta ao longo da gestação.

Mas, antes de iniciar uma atividade física, é preciso ter uma liberação do seu obstetra, pois somente ele saberá se a sua gravidez permite a prática de exercícios. Após a consulta com seu médico, procure um profissional de saúde habilitado — educador físico ou fisioterapeuta — que lhe acompanhará em seus exercícios.

Exercícios recomendados na gravidez

É preciso salientar que os exercícios realizados durante a gestação devem ser de baixo impacto e praticados com cautela, pois, só assim, você evita quedas ou trombadas que podem prejudicar a sua saúde e a do seu bebê.

No caso da mulher já praticar um exercício antes da gestação, normalmente, ela poderá continuar com a mesma atividade, desde que a sua intensidade seja reduzida e a prática seja acompanhada e liberada pelo médico.

Alguns exercícios indicados durante a gravidez são:

  • caminhada;
  • ioga e pilates;
  • atividades aquáticas, como a natação e a hidroginástica;
  • ginástica, alongamento e relaxamento;
  • dança.

3-Faça o acompanhamento pré-natal

O pré-natal é indispensável para ter uma gravidez saudável, sendo que ele deve ser iniciado nos dias seguintes à descoberta da gravidez.

Esse acompanhamento médico com o obstetra é fundamental para evitar qualquer tipo de intercorrência durante a gravidez, prevenindo danos ao desenvolvimento adequado do feto e reduzindo os riscos para a saúde da mamãe.

Ao longo do pré-natal, o médico solicita uma série de exames que avalia tanto a gestação como as condições clínicas da mulher. Assim, caso seja descoberto algum problema, é possível iniciar um tratamento da maneira mais rápida e segura.

Em cada etapa da gravidez, são solicitados exames distintos, cada um com objetivos específicos, dentre eles, acompanhar o crescimento do feto.

Além disso, a mamãe recebe várias orientações, como cuidados relativos à alimentação, às atividades físicas, ao uso de medicamentos e ao consumo de bebidas alcoólicas.

O médico também orienta quanto algumas práticas que podem proteger a saúde da criança no futuro, como o armazenamento de suas células-tronco, por exemplo.

Exames solicitados durante a gestação

São vários os exames solicitados para garantir uma gravidez saudável, sendo os mais comuns:

  • glicemia: avalia a concentração sanguínea da glicose, com o objetivo de identificar a presença de diabetes;
  • grupo sanguíneo e fator Rh: analisar a possibilidade de incompatibilidade entre o sangue da mãe e do bebê, condição chamada de eritroblastose fetal;
  • anti-HIV e anti-HBS: permite identificar a infecção pelo vírus do HIV e da hepatite B, respectivamente;
  • exames para detectar a presença de sífilis, toxoplasmose e rubéola;
  • exame de urina: verifica a presença de infecções urinárias;
  • ultrassom: permitem avaliar as condições de desenvolvimento do feto, a idade da gestação e a estrutura da placenta.

Outros exames podem ser solicitados de acordo com as particularidades de cada gestação.

4-Dê atenção ao descanso

Nada melhor para a saúde do que manter o descanso em dia, certo? Na gravidez, não é diferente.

Talvez, o descanso seja ainda mais crucial para a qualidade de vida nesse período. Isso porque as alterações hormonais características da gestação causam fadiga e sonolência, sintomas presentes principalmente no primeiro e último trimestre de gravidez.

Portanto, não ignore o seu corpo e dê a ele o descanso que ele necessita. Para isso, você pode praticar as seguintes dicas:

  • faça pequenas pausas ao longo do dia, inclusive, no trabalho. Recoste-se em algum lugar confortável e ponha os pés para cima;
  • caso seja possível, tire cochilos na hora que o sono aperta, o que acontece frequentemente após o almoço;
  • pratique alguma atividade de relaxamento e meditação, eles ajudam a reduzir a ansiedade e manter a mente tranquila;
  • preserve a saúde do seu sono durante a noite, assim, você acorda com mais disposição no dia seguinte;
  • diminua o tempo que você permanece de pé;
  • evite atividades estressantes, como enfrentar um trânsito intenso, por exemplo;
  • reduza o ritmo do seu trabalho, especialmente nas semanas finais da gestação;
  • delegue algumas de suas funções para o seu parceiro, familiares e, até mesmo, para os seus amigos.

Além das práticas já citadas, outros hábitos que permitem uma gravidez saudável são: reduzir a ingestão de cafeína, abolir o fumo e o consumo de bebidas alcoólicas e não utilizar medicamentos sem a indicação do obstetra.

 

Alcançar uma gravidez saudável não é tão complicado assim, certo? Pequenas atitudes na sua rotina podem trazer bem-estar para você e o seu bebê.

Quer ajudar suas amigas grávidas a ficarem em dia com a saúde? Então, compartilhe o nosso artigo nas suas redes sociais!

4 dicas para ter uma gravidez mais saudável
5 (100%) 2 votes