baby-clothes

Entre as delícias da maternidade, a preparação do enxoval de bebê é um momento, além de especial, importante para preparar a chegada do pequeno. Pais de primeira viagem ficam com os sentimentos a flor da pele, rodeados por vários produtos e sem saberem ao certo o que realmente será utilizado pelo neném. São sapatinhos, blusinhas, vestidinhos e outras variadas opções que parecem não ter fim. Nesse momento, os pais podem acabar se sentindo um pouco perdidos com tantos produtos e alternativas no mercado. E precisamos admitir, todos eles são dignos de pequenos príncipes e princesas, parecem até que saíram de contos de fadas.

Entre todos os artigos para crianças, as mães se derretem com as pequenas roupinhas. Bodies, macacões e vários outros produtos charmosos para bebês compõem essa lista extensa de peças e acessórios para os nenéns e até mesma a famosa saia das bailarinas podem ser encontrada em tamanhos pequenos.  São tantas fofuras que se torna quase impossível resistir e não comprar logo dúzias de roupas para os pequenos. Entretanto, antes de adquirir qualquer produto, os pais devem se atentar a estação do ano em que o bebê irá nascer. Essa informação é praticamente um dos principais critérios para a definição de peças, tecidos, quantidades e tamanhos. O clima local onde os pais moram também deve ser levado em conta nesse momento, para a assertividade na escolha das peças e para conseguir preparar uma lista de enxoval de bebê perfeita. Cidades com clima mais quente demandam roupas mais leves e frescas e não vale a pena exagerar nos casacos. Enquanto, locais em que predomina o frio, como no sul do país, serão necessárias luvas, meias, gorros e casacos.

Agora, o mais importante para o enxoval de bebê é fugir do exagero e comprar peças realmente funcionais e de acordo com o clima.

Para tanto, preparamos um guia com algumas dicas de roupas para os nenéns. Veja o que iremos abordar:

  • Tempo quente: as roupas que o bebê irá usar;
  • Tempo frio: as roupas mais indicadas para esta estação;
  • Como calcular as roupas que o neném irá usar nas próximas estações;
  • Tecidos e a pele sensível do bebê;
  • Roupas que todos os bebês precisam independente da estação.

Período de calor – Saiba as roupas que o bebê deve usar no verão:

bebe-verao

Sol escaldante, temperaturas elevadas e muito calor. Na estação mais quente do ano, não há quem aguente mangas longas e casaco. E por mais que a temperatura do bebê seja diferente comparada a dos adultos, eles também sentem calor. A recomendação fica para tecidos leves e fluidos, pelos quais o ar pode circular e o pequeno não fique suado.

Dica de ouro: é essencial adquirir peças de manga longa, meias, calças e casaquinhos, mesmo que o bebê nasça em uma estação mais quente. Os casacos podem ser mais leves e não é necessário nenhum tecido pesado.

É importante também se atentar a quantidade das peças. O bebê irá utilizar praticamente a mesma quantidade de roupas independente da estação, a frequência de trocas ao dia será a mesma, indiferente da época do ano. A sócia da consultoria Baby Planner, Viviane Paulucci, conta em uma entrevista para o site MdeMulher, que a troca de roupas do bebê, normalmente, acompanha o período de amamentação, em torno de três em três horas. O neném, portanto, gastará uma média de cinco a oito roupas por dia.

Mais uma dica de ouro: o body e o macaquinho são peças chave em todas as estações e o pequeno irá utilizá-los bastante. Tenha seis peças de cada um desses itens. O body, em dias mais frios, pode ser utilizado por debaixo do macaquinho, para aquecer o bebê.

bebes-periodo-calorEm todas as estações: mantas e cueiros. Independente da época do ano em que o bebê irá nascer, esses itens serão essenciais para manter o neném aquecido. A dica para perceber se o pequeno está com frio é colocar a sua própria mão no peito, nas costas e na cabeça dele. Os pés e mãos do bebê sempre serão mais frios, devido aos vasos sanguíneos da pele dele não estarem completamente definidos.

Fique atento: bebês precisam de sol, mas não devem ficar expostos a ele por muito tempo. A recomendação dos especialistas são poucos minutos no período da manhã ou no final da tarde, para estimular a produção de vitamina D pelo organismo. Quando o pequeno for passear, é necessário sempre protegê-lo do sol. A dica fica para chapéus e carrinhos com capota, que podem ser retrátil. A fraldinha também pode ser utilizada para proteger os nenéns.

Período de frio – Saiba as roupas que o bebê deve usar no inverno:

bebe-roupa-frio

Como o inverno no Brasil não é muito severo, não serão necessárias roupas muito pesadas e quentes. Porém, para dias mais frios, é importante que no enxoval tenham luvas, gorros e casacos mais quentinhos. Mantas e cueiros também são indispensáveis nessa estação. Caso os pais morem em uma cidade mais fria, como no sul do país, esses itens precisarão constar em mais quantidade.

Vale a pena ficar de olho: cuidado com os tecidos de roupas, lençóis e mantas. Os bebês são extremamente sensíveis e o sistema imunológico deles ainda não está completamente pronto. Portanto, alguns tecidos podem provocar irritações e até mesmo gerar quadros de alergia. Itens 100% algodão são sempre os mais recomendados e a lã deve ser sempre antialérgica.

Dica de ouro: para manter o bebê quentinho, não são necessárias roupas pesadas, a recomendação é vesti-lo com várias peças mais finas. O body por debaixo do macaquinho deixa o bebê bem aquecido. As meias e luvas não podem ficar de fora nos dias mais frios e o cueiro é ideal para enrolar o pequeno. Caso o bebê comece a sentir calor, os pais podem tirar algumas peças, sem precisar trocá-lo completamente.

Como calcular as roupas que o pequeno usará nas próximas estações

bebes-roupas-capa

É sempre bom ter um enxoval de bebê planejado e com produtos que os pequenos realmente usarão. As roupinhas também devem entrar nesse planejamento, pois os nenéns crescem muito rápido e perdem as peças com facilidade. Para evitar exageros e até mesmo desperdícios, o ideal é que os pais calculem a faixa etária do pequeno em cada uma das estações.

No Brasil, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que é o Centro Nacional de Normalização, criou uma tabela de referência para roupas de crianças, com o intuito de padronizar as numerações das confecções – vale destacar que as indústrias não são obrigadas a utilizar essa tabela. A referência é baseada nas medidas das partes do corpo das crianças de acordo com cada faixa etária.

Como as crianças podem apresentar medidas diferentes da média, algumas delas poderão utilizar tamanhos maiores ou menores que os apresentados pela tabela da ABNT referente a faixa etária que ela está.

TABELA de Referência para confecção infantil ABNT
TamanhoIdade da Criança
PPRecém-nascido
PAté 3 meses
M3 a 6 meses
G6 a 9 meses
GG9 a 12 meses

 

Com base na tabela da ABNT, os pais podem calcular qual tamanho o bebê estará usando em cada uma das estações, com isso, ter mais assertividade na compra das roupinhas.

Caso o pequeno nasça no inverno, ele deverá ter roupas mais quentinhas até o tamanho P e os pais devem investir em roupas mais frescas a partir do tamanho M.

Dica de ouro: as roupinhas tamanho Recém-Nascido (RN) não precisam ser adquiridas em grande quantidade, pois os bebês crescem muito rápido. Mas isso não quer dizer que eles não precisem delas, é necessário ter algumas peças nesse tamanho.

Confira como montar uma perfeita lista de enxoval.

De olho nos tecidos

bebe-de-olho

A pele dos pequenos é extremamente sensível, pouco resistente e se irrita com facilidade. O sistema imunológico dos nenéns muito novinhos não está completamente formado e, portanto, a pele do bebê acaba mais vulnerável a manifestação de alergias e irritações.

Os pais devem observar não somente o tipo de tecido que colocará em contato com a pele do pequeno, mas também os apetrechos, como golas, botões, ganchinhos, entre outros. Esses detalhes podem incomodar e até machucar o bebê. Os tecidos devem ser sempre macios, soltos e de preferência de fibras naturais, com 100% algodão. Além de serem mais confortáveis, eles permitem que a pele respire, não deixando que o pequeno sue demais e evitando possíveis alergias e irritações.

O algodão peruano, chamado pima cotton, também é recomendado para recém-nascidos e bebês ainda novinhos, pela textura extremamente macia e suave.

Dica de ouro: é importante evitar tecidos de lã e felpudos, principalmente, aqueles que soltam muito pêlo. Eles podem provocar alergias nos pequenos.

Em uma entrevista ao site MdeMulher, a pediatra neonatologista, Graziela Del Ben, explicou que os vasos sanguíneos da pele dos nenéns até três meses de idade não estão completamente desenvolvidos. Por esse fato, os bebês não conseguem regular a temperatura corporal e são mais suscetíveis a alergias.

Em contrapartida, isso não significa que os pais devem encher o pequeno de roupas. Na verdade, alguns especialistas apontam que a sensação térmica do bebê é quase a mesma comparada a do adulto. Em dias mais quentes, portanto, o neném deve usar uma roupa mais fresca, que não o faça suar. Caso o pequeno comece a suar demais, isso pode provocar até uma desidratação.

Cuidados básicos ao lavar as roupas do bebê

roupinha-varal

Como a pele dos pequenos é bastante sensível, os pais precisam ficar atentos ao lavar as roupinhas deles. Alguns produtos utilizados no processo de lavagem podem conter componentes, como fragrâncias e corantes, que em contato com a pele do bebê auxiliam na manifestação de alergias e irritações.

Os especialistas recomendam que as roupas sejam lavadas somente juntas às peças de bebês e de preferência com um sabão neutro. Amaciantes também podem ser utilizados. A dica é buscar produtos hipoalergênicos e com uma fragrância suave.

Faça chuva ou faça sol: roupas que não podem faltar no enxoval de bebê

bebe-body

Os pais já se derretem por inteiro só de imaginarem aquele macacãozinho no pequeno e mal podem esperar o frio para usar os gorrinhos. Diante de tantas peças charmosas, é necessário ter muita atenção não somente a beleza das roupas, mas ao conforto, à praticidade, ao tipo de tecido e a real necessidade. Ainda tem outro ponto fundamental, a quantidade. Exageros servem somente para encher gavetas.

O enxoval de bebê deve ser muito bem planejado e organizado de acordo com as necessidades reais dos pequenos. Um dos fatores cruciais que determina algumas peças é a estação do ano que o neném irá nascer, como já foi abordado anteriormente.

Por outro lado, existem algumas roupinhas e acessórios essenciais para todos os pequenos, independente da estação.

Confira a lista abaixo com algumas dessas peças que as mães e alguns especialistas elegem como essenciais:

  • Bodies de manga longa e curta: seis peças de cada tamanho.

Dica: para bebês que irão nascer durante o inverno, o ideal é adquirir mais bodies de manga longa, para deixá-los bem aquecidos.

  • Macacão com ou sem pé: seis peças de cada tamanho.

Dica: não é recomendado adquirir macacões de short e manga curta para recém-nascidos. O ideal é adquirir esse tipo de macacão depois que o neném completar três meses e apenas se o clima estiver muito quente.

  • Calças com e sem pé: seis peças de cada tamanho.

Dica: as calças com pé mantém o pequeno mais aquecido. Em dias muito frios, uma opção é colocar as meias por debaixo dessa peça.

  • Meias: três pares.

Dica: não é necessário comprar sapatinhos para bebês muitos novos, as meias manterão os pequenos aquecidos. Hoje, o mercado possui opções extremamente charmosas de meias, as quais até imitam sapatinhos.

  • Casaquinhos leve: três peças.

Dica: o ideal é sempre adquirir um casaco mais leve e outro mais quentinho, independente da estação.

Vale lembrar: no inverno, os casacos deverão ser mais quentes e talvez seja necessário adquirir um item a mais.

Peça-chave que todos os bebês devem ter, independente da estação do ano:

Manta ou cueiro: pelo menos uma peça de um deles.

Os pais podem optar tanto pela manta quanto pelo cueiro. Este último é ideal para regiões com clima mais quente, por possuir um tecido mais leve. Saiba as diferenças entre os vários tipos de paninhos.

Veja como montar um perfeito enxoval de bebê.


No EuNeném você cria sua  lista de enxoval de bebê com produtos de qualquer loja. Pode compartilhar sua lista com amigos e familiares e ganhar presentes durante toda a gravidez. Experimente agora!

Você também vai gostar destes conteúdos: