O seu bebê não para de crescer! Nesse estágio, ele já está completamente formado e do tamanho de um polegar. A emoção aumenta ainda mais a cada fase e ao acompanhar a evolução da gravidez semana a semana, não é mesmo?

Esse texto – continuação da Gravidez semana a semana: 10 semanas de gestação – faz parte de uma sequência de conteúdos que possui o objetivo de passar informações sobre o desenvolvimento do bebê e do corpo da grávida a cada etapa da gestação.

gravidez-semana-a-semana11

Sintomas de gravidez

Os dentes e a gengiva podem ficar mais sensíveis durante a gravidez. Não é fora do comum que a gengiva sangre ao se escovar os dentes. Embora, este seja um sintoma pouco conhecido da gestação, é importante buscar auxílio de um dentista e redobrar os cuidados orais.

Os possíveis causadores de todo esse incômodo são os hormônios, que podem deixar a sua gengiva mais sensível, inchada e inflamada. Esse fator acaba facilitando o sangramento no momento da escovação. Portanto, buscar uma escova mais macia e pasta para dentes sensíveis, pode ser uma boa alternativa. Não se esqueça também de escovar os dentes de maneira delicada, para irritar menos a gengiva.

Também é importante evitar o consumo de doces e carboidratos. Com os dentes mais sensíveis, o aparecimento de cáries pode aumentar.

Sonhos na gravidez

É muito comum sonhar mais na gravidez e, até mesmo, ter alguns sonhos um pouco esquisitos. Cenários fantásticos e surrealistas, animais que falam ou até mesmo situações inusitadas são relatados pelas futuras mamães. O possível responsável por toda essa inspiração estranha é o hormônio progesterona que circula mais intensamente no seu corpo.

Outro fator que pode contribuir para os sonhos é a ansiedade e o medo do novo papel que estar por vir, o de ser mãe.

Como não é possível controlar os tipos de sonho que você terá quando for dormir, aproveite para se divertir com eles. Compartilhe com outras pessoas e com outras mães.

Dica: tente relaxar antes de dormir, não assistir noticiários ou situações que possam lhe levar a alguma angustia. Você acaba guardando tudo isso no seu subconsciente e levando para os sonhos de alguma maneira.

Meditar antes de dormir pode ser uma boa alternativa para relaxar e ter sonhos mais leves.

Enjoo na gravidez

Se você teve um início de gravidez mais tranquilo e seus enjoos começaram somente a partir das 9 semanas de gravidez, é importante procurar o auxílio de um médico. Ainda mais se vierem acompanhados de dor ou febre.

Isso pode indicar algumas doenças, como infecção urinária, úlcera, gastrite, diabetes ou algum problema na tireoide.

Emoções e comportamentos

Ainda se sente muito ansiosa? Essa sensação é completamente normal e muitas grávidas passam por isso. Buscar a ajuda de um psicólogo pode ser uma boa alternativa para repensar nos medos e todos os sentimentos conflitantes que você está sentindo. Ele pode auxiliar a lidar com todas essas mudanças de forma positiva.

Mudanças no corpo

Já no terceiro mês de gestação, é possível que as veias das mamas, pernas e barrigas fiquem mais visíveis. Isso acontece devido ao aumento do volume sanguíneo no corpo da gestante.

O volume de sangue pode aumentar até 1,5 litros. Durante o parto, é comum que a mulher perca até 1 litro de sangue. Portanto, o excesso que circula no corpo é suficiente para não fazer falta a mãe.

Como o fluxo de sangue também aumenta nas veias mais estreitas, é comum que algumas mulheres sintam mais calor e fiquem com um rubor facial.

Desenvolvimento do bebê

Nesse estágio, o seu bebê está do tamanho de um limão. O pequeno já aumentou mais 1 cm, medindo 4 cm da cabeça ao bumbum. Todo o seu corpinho já está formado e agora só cresce.

O rosto do bebê já começa a ficar mais próximo do que será. As orelhas já estão quase na posição definitiva e os olhos se aproximam um do outro.

O bebê já se mexe bastante. Os órgãos, agora já formados, amadurecem e se preparam ao longo dos próximos 6 meses para viver por conta própria. O intestino, que antes estava fora do corpinho, como parte do cordão umbilical, começa a entrar e se instalar no abdômen.

O bebê se mexe bastante e já possui alguns reflexos. Se você encostar a mão na barriga, ele se movimentará.

Mudanças na rotina

É muito importante ingerir a quantidade correta de minerais durante a gravidez, para garantir a sua saúde e a do bebê. O cálcio, por exemplo, é um importante mineral para o desenvolvimento do bebê, contribuindo para a formação de seus ossos, dentes, músculos e nervos. Para a mãe, o mineral pode diminuir o risco de hipertensão e pré-eclâmpsia.

Como o bebê acaba pegando uma parte do cálcio, é recomendado o consumo de 1 grama por dia. Leites semidesnatados, queijos, iogurtes, espinafre e sardinha são alguns exemplos de alimentos ricos nesse mineral.

Diante disso, é importante seguir uma dieta balanceada, com apoio de um profissional, para absorver a quantidade correta do mineral. O suplemento de cálcio só deve ser tomado com indicação e orientação médica.

O que você não deve fazer

Fumar pode ser prejudicial tanto para a sua saúde quanto para a do bebê. Inclusive, trazendo futuros problemas para a criança, impactando, por exemplo, o aprendizado. As toxinas do tabaco podem afetar a placenta e, até mesmo, provocar o parto prematuro. O bebê ainda pode nascer com baixo peso.

Mesmo que você não fume, é importante evitar locais onde as pessoas estejam fumando. As toxinas do tabaco podem ser absorvidas através da respiração, indo parar diretamente na corrente sanguínea.

11 semanas: lista de atividades

  • Ter uma dieta balanceada, com a quantidade correta de cálcio. Para tanto, busque o auxílio de um profissional;
  • Não fumar durante a gravidez e evitar ambientes onde as pessoas estejam fumando;
  • Marcar consultas mais constantes no dentista e escolher uma escova de dente mais macia;
  • Tente relaxar antes de dormir.

 

Confira o conteúdo Gravidez semana a semana: 12 semanas de gestação.

Você também vai gostar destes conteúdos: