Gravidez e animais de estimação

A gravidez é um momento que traz muitas mudanças na vida do casal e, principalmente, no corpo da gestante – que está com os hormônios e emoções a mil. As preocupações aumentam, principalmente, para aqueles que têm um amigo peludo em casa. Gravidez e animais de estimação podem andar juntas, sem problema algum. Inclusive, os pets são muito benéficos para as variadas fases da vida, como a gestação.

Durante a gravidez, é recomendado a aqueles que tenham um cachorro, gato ou outro animal de estimação se certifiquem de manter todos os cuidados necessários para a saúde dos bichinhos, como da gestante, por exemplo: vermifugação, vacinas e consultas periódicas.

No caso dos donos de cachorros, a relação entre esse tipo de animal e a grávida pode ficar ainda mais forte, considerando que os cães percebem a alteração hormonal pelo olfato e, a partir disso, desenvolvem uma laço ainda mais profundo com a sua dona.

Cuidados durante a gravidez

Antigamente, era recomendado que a grávida tivesse o mínimo de contato possível com animais. Hoje, com base em nos avanços de vários estudos sobre o assunto, não é mais necessário tomar atitudes drásticas, e uma convivência com animais de estimação pode ser bastante benéfica, ajudando, até mesmo, a grávida administrar o estresse e a ansiedade.

Entretanto, é fundamental que a gestante se atente a certos cuidados essenciais com o pet, como manter o ambiente limpo, sem deixar fezes e urina no local; ficar atenta a saúde do animal (vacinas, vermífugos e antipulgas); lavar as mãos todas as vezes que brincar com o pet; e limpar, semanalmente, os itens do bichinho, como cama, brinquedos e panos.

A limpeza da casa e do pet é outro item fundamental durante a gravidez. É importante que a casa esteja sempre limpa e que qualquer contato da grávida com fezes ou urina seja com luvas (depois é recomendado que sempre lave as mãos). Os animais de estimação, por sua vez, devem tomar banhos semanais.

Os animais, em geral, possuem alguns micro-organismos que são capazes de provocar doenças em humanos. Eles podem ser transmitidos pela saliva, pelos, patas, fezes e urinas. A toxoplasmose é uma delas, a qual representa um alto risco para o desenvolvimento do bebê. Tanto cães quanto gatos podem estar contaminado com o protozoário que provoca a doença, o qual pode ser encontrado em suas fezes. Diferente de gatos, os quais já possuem esse tipo de protozoário, os cães são contaminados ao comerem carne crua.

A Salmonela é outra doença que a grávida pode contrair através do contato com animais de estimação. É muito raro que ela afete o bebê diretamente, porém, ela pode causar sintomas desagradáveis a gestante, como vômitos, febre e desidratação. Esses sintomas, se não tratados ou dependendo da intensidade, podem levar a um aborto espontâneo ou um parto prematuro.

Adaptação do pet durante a gravidez

Durante a gravidez, é ideal que o pet comece a se acostumar com a chegada do bebê e perceba que não está perdendo o seu espaço, para evitar que ele desenvolva problemas comportamentais relacionados à ansiedade ou depressão. Limitar espaços em casa que o animal de estimação antes tinha acesso, não é muito recomendado.

Por outro lado, caso você deseje que o pet não tenha acesso ao quarto do bebê, o ideal é que isso seja trabalhado aos poucos durante a gravidez, para que ele consiga se adaptar a essa nova realidade. Durante esse processo, você pode ir apresentando alguns itens do bebê ao pet, como roupinhas e brinquedos, para ele já ir sentindo o cheiro e percebendo a chegada do pequeno.

A atenção será outro ponto impactante para o pet. Portanto, durante a gestação é importante acostumar o animal a não ter toda a atenção para si próprio. Assim, quando o bebê chegar, ele já estará mais familiarizado com essa nova relação.

No caso de bichinhos mais barulhentos, que são muito ativos ou latem bastante, é importante buscar um auxílio profissional, como um adestrador. Isso ajudará o pet se sentir melhor e a convivência com o bebê não será tão tumultuada.

 

Gravidez e animais de estimação
5 (100%) 2 votes