Período fértil: como ele aumenta suas chances de engravidar

A partir do momento em que um casal decide engravidar, cada dia do mês conta. Essa análise minuciosa durante o mês tem toda importância, pois o organismo de cada pessoa – e o período fértil – funciona dentro de um timing quase perfeito.

O período fértil é um dos fenômenos que existem dentro desse calendário mensal, e sua análise deve ser feita minuciosamente para que, assim, a gravidez aconteça direitinho e no período desejado.

Vamos aprender um pouco mais sobre o assunto e esclarecer as principais dúvidas que o rodeiam? Fique conosco e tenha uma ótima leitura!

periodo-fertil

O que é o período fértil?

Como o próprio nome já diz, o período fértil é a época do mês na qual a mulher está pronta para receber o espermatozóide do homem, que, ao entrar no processo de fecundação com os óvulos dela, concretiza a gravidez.

Ele existe somente na vida das mulheres, e é fácil explicar o motivo: homens produzem espermatozóides o tempo todo. Para eles, é possível engravidar em qualquer época do mês. Já no caso das mulheres, óvulos são liberados em menor quantidade apenas uma vez dentro desse período mensal.

Como eu consigo calculá-lo?

O cálculo do período fértil não é complicado e nem difícil de explicar.

Definido como o espaço de tempo em que a ovulação da mulher acontece, o período fértil pode ter início de 10 a 14 dias após o início da menstruação.

Muitas mulheres fazem um calendário completo para terem noção exata dos dias férteis (a famosa “tabelinha”), o que ajuda muito e aumenta consideravelmente as possibilidades de engravidar. Já que é possível saber exatamente quando o período está acontecendo e o que fazer nesse momento.

O período fértil tem uma duração de aproximadamente 6 dias. Dessa forma, tanto quem quer quanto quem não quer engravidar deve ficar de olho nessa semana especial.

É muito importante que a mulher conheça bem o seu ciclo menstrual. O primeiro dia da menstruação é considerado o início do ciclo. Ele é definido como os intervalos entre o início de cada menstruação.

Para uma mulher que tem um ciclo de 30 dias, a ovulação provavelmente vai acontecer no 16º dia, o que faz com que o período fértil aconteça entre o 11º e o 16º dia.

É mais simples calcular o período fértil em mulheres que têm um ciclo menstrual regulado; porém, aquelas que sofrem com a irregularidade também conseguem descobrir a data. O cálculo é feito a partir de uma média da duração dos ciclos de meses anteriores.

Existem aplicativos e sites que podem te ajudar a calcular com exatidão a data em que você estará ovulando. Calendário Menstrual, Calendário do Período e Gestor Período Pro são alguns deles. Jogar no google “cálculo de período fértil” também é uma ótima opção.

Como funcionam os possíveis ciclos?

Além do ciclo de 30 dias, que citamos acima como exemplo, as mulheres ainda podem ter ciclos diferentes. Nesses casos, o cálculo do período fértil muda.

Se o seu ciclo é de 25, 26, 27, 28, 29 ou até mais de 30 dias, o seu período fértil vai aparecer em momentos diferentes. Fora isso, a frequência e forma como ele acontece serão as mesmas  (salvo em casos específicos de doenças ou disfunções hormonais, que devem ser checados pessoalmente com médicos).

Validar o cálculo a partir de uma conversa com o seu médico é indicado e pode evitar diversos deslizes.

Fique de olho no final da sua menstruação, já que o período fértil é calculado a partir do fim dela. Para que você entenda um pouquinho melhor, separamos alguns casos que ilustram melhor:

  • ciclos de 25 dias provavelmente terão o período fértil entre os dias 10, 11 e 12 de cada mês;
  • ciclos de 26 dias: 11, 12 e 13;
  • ciclos de 27 dias: 12, 13 e 14;
  • ciclos de 28 dias: 13, 14 e 15.

Quais são os sintomas?

Quando uma mulher está passando pelo período fértil, o corpo naturalmente produz alguns sintomas para deixá-la avisada. É importante que a mulher conheça bem seu corpo para que, dessa forma, entenda com mais clareza que o período está por vir.

Os principais sintomas são:

Aumento da libido

Os níveis hormonais da mulher vão estar “lá em cima” quando o período fértil começar. Isso contribui para que a libido aumente consideravelmente, fazendo com que elas se sintam mais atraentes e dispostas sexualmente.

Aparição de espinhas e cravos

Esse ponto é um dos mais aparentes, por se tratar de um sintoma externo e fácil de ser percebido.

Durante o período fértil, a pele da mulher fica muito mais oleosa (outro sintoma importante). A oleosidade prepara o terreno perfeito para o surgimento de espinhas e cravos, que se desenvolvem muito bem em meio a essa condição cutânea.

Surgimento de secreção vaginal

A secreção vaginal é o primeiro sintoma que antecipa a ovulação.

Nessa fase, o estradiol é liberado no corpo. Principal hormônio sexual feminino e responsável por regular a menstruaçãoEle produz líquidos de secreção vaginal com mais intensidade do que o normal.

A produção do líquido é uma forma de lubrificar o corpo da mulher para facilitar a entrada dos espermatozóides no canal vaginal, e sua aparência é descrita por profissionais como uma espécie de clara de ovo crua.

Pequeno aumento na temperatura do corpo

É bem provável que a temperatura da mulher aumente de 0,3 a 0,8 graus durante o período fértil. O aumento acontece porque, quando ocorre a liberação dos óvulos pelos folículos (uma espécie de casulo que abriga os óvulos), a progesterona será liberada com mais intensidade.

O hormônio é responsável pelo aumento da temperatura corporal da mulher, que vai sofrer com essas pequenas oscilações durante o mês.

Recorrência de cólicas e dores no ventre

As cólicas são comuns e consideradas como a prova final de que o período fértil está realmente acontecendo.

É possível engravidar fora do período fértil?

Teoricamente, só é possível engravidar dentro do período fértil, já que esta seria a única época do mês em que o corpo feminino tem óvulos prontos para receber o espermatozóide.

Porém, existem alguns fatores que podem levar a mulher a engravidar mesmo quando não está ovulando. Eles são os seguintes:

  • efeitos colaterais de medicamentos “tarja preta” (ansiolíticos e antidepressivos);
  • alterações hormonais (a adrenalina extremamente alta durante o ato é um fator decisivo);
  • permanência do espermatozóide no corpo por tempo suficiente até encontrar um óvulo.

Como funciona o período fértil de quem toma anticoncepcional?

Caso você faça uso correto de anticoncepcionais, não terá período fértil algum. Uma das funções principais do anticoncepcional é inibir a ovulação e não tem como passar pelo período fértil sem ovular.

Mulheres que tomam o medicamento e querem engravidar devem procurar seus médicos de confiança para saber o que deve ser feito a partir da decisão e entender o processo direitinho, aumentando as chances de êxito.

Depois de saber mais sobre o período fértil e acertar em cheio na melhor data para engravidar, é hora de descobrir quais são os principais sintomas de gravidez. Vários deles podem passar despercebidos, então confira já!

Período fértil: como ele aumenta suas chances de engravidar
5 (100%) 1 vote