Quarto do Bebê: Guia completo do que você precisa saber

quarto-bebe

Os preparativos para a chegada de um novo bebê são emocionantes e ao mesmo tempo extensos. São tantos detalhes e arranjos que os pais, acabam se sentindo um pouco perdidos. O bebê, desde pequeno, já precisará de vários produtos e demandará muita atenção. Alguns itens são essenciais e devem ser adquiridos no período da gestação.

Antes de mais nada, os pais precisam se organizar e montar uma lista de enxoval de bebê, a qual deve conter, os produtos essenciais para o pequeno, principalmente, aqueles que ele usará nos primeiros meses.

Nessa organização, o momento fofura começa. Dezenas de roupinhas, meias, babadores, carrinhos, berços e entre outros charmosos produtos que fazem qualquer pai ou mãe babarem. Com tantas gostosuras e mimos, fica difícil aos pais se esquivarem da tentação e se aterem somente ao essencial. E quando chega a hora da decoração do quarto do pequeno, não há quem se aguente diante de tanto charme e variadas alternativas.

room-baby

Provençal, retrô, minimalista, lúdico, delicado ou colorido. A lista de possíveis decorações para o quarto do pequeno é enorme e cheia de estilo. Com muita criatividade e inspiração, é possível tornar esse local da casa bonito e ao mesmo tempo aconchegante e confortável.

Pensando nisso, preparamos um guia especial sobre o quarto do bebê, para inspirar os futuros pais e aproveitar para dar uma mãozinha nesse momento tão especial.

Confira o que iremos abordar no guia:

– Saiba as cores e os móveis ideais para o quarto do bebê;
– Tudo que você precisa saber sobre a iluminação do quarto;
– Os itens essenciais do enxoval de bebê que precisam estar no quarto;
– Descubra o que são os quartos montessorianos;
– Dicas de quarto com a temática lúdica.

Cores e móveis do quarto do bebê

A primeira dúvida que ronda todos os pais é qual será a decoração do quarto do bebê, indo da cor das paredes à escolha dos móveis e dos pequenos objetos necessários. Como já falamos anteriormente no post Como montar o enxoval de bebê sem saber o sexo, não é necessário saber o sexo do neném para começar a montar o quarto.

O arquiteto Luís Filipi Araújo, do escritório Obra 301, sugere algumas dicas básicas que podem ser seguidas para qualquer ambiente de bebê, independente do sexo. “Cores neutras e pastéis são sempre uma boa escolha para o quarto. Elas trazem uma sensação de aconchego e conforto”, explica. “Além de tornarem o ambiente mais tranquilo e evita que os bebês fiquem agitados”.

quarto

A recomendação, segundo o arquiteto, é optar por cores neutras e pastéis nas paredes e móveis, como cômodas, armários e poltronas. “A escolha de cores mais vibrantes e ousadas deve ficar para os adornos e enfeites”, completa.

Os principais móveis que devem compor um quarto de bebê são armário, cômoda – essa é opcional, porém, pode ser um local a mais para guardar itens do enxoval e serve como suporte para o trocador – berço, poltrona – com braços e altura certa, no qual a mãe possa se sentir confortável e relaxar. Um banquinho para apoiar os pés também pode ser uma boa alternativa – e uma mesinha lateral – algumas mães sugerem esse item, pois serve de apoio para o momento da amamentação, para colocar um copo d’água ou uma moringa (as mamães sentem muita sede enquanto estão amamentando).

Vale destacar: mesmo a cômoda sendo um item opcional no quarto, ela acaba tendo uma funcionalidade essencial, como suporte para o trocador. Caso o quarto não tenha esse móvel, os pais poderão trocar o bebê na cama, porém, isso poderá ocasionar dores ou, até mesmo lesões, na coluna.

Araújo ainda sugere papéis de parede ou adesivos com tema lúdico no quarto do bebê, os quais podem estimular a criatividade e o desenvolvimento da criança. “Uma dica é escolher uma das paredes do cômodo e ousar na criatividade. Caso exista uma vontade ou desejo de aplicar o revestimento lúdico nas outras paredes, sugiro que a escolha seja feita a uma altura equivalente a dois terços da altura da parede. Essa variação de superfícies lisas e estampadas gera mais equilíbrio na composição”.

Outra dica é colocar no quarto quadros com desenhos lúdicos, os quais possuem a mesma finalidade dos papéis de parede e adesivos, chamando a atenção das crianças e auxiliando no desenvolvimento.

quadro

O arquiteto ainda explica que para reforçar a identidade do espaço, os pais podem brincar com temas e apropriá-lo de diversas maneiras, como nos revestimentos, estampas dos estofados, colchas e objetos de decoração. “Um tema que gosto muito é a natureza. Podemos lançar mão de elementos próprios do tema e mesclar, por exemplo, animais e vegetação, os quais remetem ao nosso país tropical”, sugere.

Outro móvel interessante para o quarto do bebê é a cama da babá. Esse item não é essencial, porém, acaba sendo muito útil. Mesmo que os pais optem por não ter uma babá, normalmente, alguém acaba dormindo com o pequeno, principalmente, enquanto o bebê é recém-nascido.

Iluminação

Como os bebês, principalmente recém-nascidos, possuem os olhos bastante sensíveis, a iluminação é um dos assuntos mais importantes no projeto do quarto.

quarto-iluminação

Confira algumas recomendações do arquiteto Luís Filipe Araújo, do escritório Obra 301:

Uma iluminação bem feita pode transformar qualquer espaço. A iluminação direta é importante, pois é com ela que se cobre todo o ambiente. Geralmente, ela está localiza no centro do quarto. Esta iluminação fixa pode e deve receber o dimmer, para controlar a intensidade da luz e torná-la mais versátil e confortável durante à noite ou até mesmo para momentos de amamentação.

O cuidado maior fica com a definição da iluminação indireta, com a qual podemos valorizar a nossa decoração. Luzes direcionadas para nichos, prateleiras, estantes e armários são sempre bem-vindas. Claro, é importante ter um cuidado com o foco da luz, para que ela não fique direcionada para as áreas de uso do bebê, como o berço e o trocador. Um abajur ao lado da poltrona de amamentação também é uma boa alternativa.

abajur-poltrona

Nunca é demais ressaltar a importância de optar por uma iluminação em Led, além dos benefícios sustentáveis, minimizamos os riscos de acidentes com os bebês, pois elas não esquentam.

Na compra dos Leds, sugiro optar pelo de 3.000k, pois estas são luzes amareladas e garantem aconchego e conforto ao ambiente. Luzes brancas, definitivamente, não são recomendadas.

Uma dica final: com a facilitação da instalação das fitas de Led, podemos brincar com o nosso ambiente, tanto do ponto de vista prático quanto cenográfico. Sob a ótica pratica, podemos interagir os eletricistas com os marceneiros, para que façam a instalação da fita na parte superior interna dos armários, de modo que ao abrir a porta do armário a luz acenda automaticamente, iluminando os objetos guardados.

Do ponto de vista cenográfico, podemos aplicar a fita sob nichos prateleiras e outros, variando de acordo com cada projeto.

Enxoval de bebê: itens essenciais para o quarto

Dentro do assunto quarto do bebê, ainda é possível abordar algumas dicas que devem fazer parte do enxoval do pequeno e são extremamente funcionais e necessárias no quarto. Em geral, são produtos que podem parecer menos importantes, entretanto trazem praticidade no dia a dia e devem possuir fácil acesso no quarto.

Captura de tela 2016-04-01 13.56.44

– Gaveta da cômoda para guardar fraldas descartáveis.

A cômoda, normalmente, é utilizada como trocador para o bebê. Portanto, deixar algumas fraldas descartáveis na gaveta dela facilita o momento da troca do pequeno.

– Trocador

Não se esqueça: trocador com tecido impermeável. Ele pode ser colocado, por exemplo, em cima da cômoda.

quarto-trocador

– Kit higiene.

É um dos itens mais utilizados do enxoval de bebê. Ele é composto por algumas caixas pequenas com algodões, cotonetes e uma garrafa térmica com água morna que da troca de fralda. Saiba mais sobre o kit higiene.

– Travesseiro para amamentação.

O travesseiro de amamentação dá apoio para o bebê e, ao mesmo tempo, mais conforto para mãe e filho.

Confira os itens do enxoval que os bebês mais usarão até os três meses.

– Naninha.

Normalmente, os bebês e crianças gostam de se apegar algum bicho de pelúcia ou mesmo uma fraldinha de pano, com o qual eles se sentem mais seguros e os fazem companhia, principalmente, quando forem dormir.

Saiba todas as diferenças entre os vários tipos de paninhos.

naninha-

– Cueiro.

Além de servirem como uma manta mais leve para o pequeno, eles ainda podem ser uma “mão na roda” no quarto do bebê, o qual pode servir até para forrar o trocador e evitar possíveis lambanças.

– Capa protetora e impermeável para o colchão.

Essa capa ficará por baixo do lençol e evitará que qualquer líquido chegue até o colchão.

Quarto Montessoriano

No início do século passado, especificamente, em 1907, o método Montessori foi criado pela médica italiana Maria Montessori. Ele propunha uma nova concepção de espaço para crianças, a partir da criação de um ambiente adequado que proporcionasse o desenvolvimento e aprendizado mais criativo. No método, o ambiente deve permitir que as crianças se manifestem de forma livre, ressaltando a capacidade delas de forma natural e criativa, por meio de um espaço que seja estimulante.

quarto-montessoriano

Com esse pensamento, o método sugere que o quarto do bebê seja projetado da ótica infantil, para o uso e alcance da criança, a qual deve conseguir se locomover com facilidade e deve conter a maioria dos objetos ao seu alcance. Dessa forma, ela poderá explorá-lo e, ao mesmo tempo, desenvolver seu lado criativo e motor. O objetivo principal é promover autonomia às crianças.

Os projetos que lançam mão do método montessori possuem prateleiras, brinquedos e objetos, em geral, todos ao alcance das crianças. Em alguns ambientes, ainda são colocadas barras fixadas na parede, para que a criança possa se segurar, ficar de pé e circular pelo quarto. Contribuindo, portanto, para o seu desenvolvimento.

Os brinquedos devem possuir um local específico e os pais devem ensinar as crianças a guardá-los, estimulando ainda mais a autonomia dos pequenos. Para tanto, a organização do quarto, torna-se fundamental nesse contexto. A dica fica para cestos para guardar os brinquedos, o que podem auxiliar nessa organização.

Curiosidade: a médica Montessori ainda propunha que houvesse um rodízio de brinquedos no quarto, com a periodicidade de duas a quatro vezes ao mês. Com poucos objetos oferecidos por vez. O método indica que essa ação oferece novos desafios à criança.

quarto_montessoriano

 

Uma das principais características desse quarto é a substituição do berço por um colchão, colocado diretamente no chão. Para bebês muito pequenos, normalmente são colocados almofadas e travesseiros nas laterais do colchão. Essa mudança sugere que a criança possa ter contato sensorial com o ambiente desde pequena.

Fique atento: existem controvérsias sobre utilizar travesseiros ou almofadas em berços ou camas de bebês muito pequenos, principalmente, recém-nascidos. Alguns especialistas indicam que pode haver riscos de sufocamento, pois o bebê pode virar e ficar com o rosto encostado em um travesseiro e não ter forças para voltar. Uma opção é deixar o berço no local do colchão nos primeiros meses, enquanto o bebê ainda é muito novinho.

O quarto ainda deve ser pensado de forma segura. Tomadas e qualquer objeto em que o neném possa se machucar devem ficar fora do alcance dele.

quarto-montessori-

Como o método sugere e incentiva que a criança circule livremente pelo espaço, outra característica desse tipo de projeto são os poucos móveis no quarto. Quanto aos papéis de paredes, cores, adesivos e desenhos, esses são mais que bem-vindos, pois estimulam o desenvolvimento e a criatividade da criança.

A principal essência do quarto montessoriano é que a criança possa ter autonomia, buscando seu próprio desenvolvimento. Portanto, é essencial que os pais deem liberdade a ela e nunca a ajude em tarefas que ela possa realizar sozinha.

Era uma vez: Quarto lúdico de bebê

Em um local bem, bem distante, entre duendes e fadas, se encontra o quarto de uma criança. Assim como o método montessori expõe, o ambiente para os pequenos precisa ser instigante e criativo. E ainda pode ter um toque de magia.

quarto-de-bebe

Atualmente, arquitetos têm lançado mão de uma pegada um pouco mais lúdica para o quarto infantil, com um toque de criatividade e muito estilo.

Camas em forma de casas, escorregadores e até mesmo navios no quarto. Pura diversão para os pequenos, em que eles podem fazer parte de um mundo encantado e serem os verdadeiros protagonistas de contos de fadas. Para os mais novinhos, o arquiteto Luís Filipi Araújo, do escritório Obra 301, sugere que os pais abusem da criatividade. “Estimular o desenvolvimento criativo das crianças é uma das principais funções do ambiente”, explica. ”Porém, vale a pena ressaltar que cuidados com ergonomia e segurança são primordiais”.

quarto-ludico

Segundo o arquiteto, o aspecto lúdico é tão relevante nesse momento de definições que um dos escritórios de design mais renomados da história, Charles e Ray Eames, desenvolveu um trabalho nessa linha. A Banqueta Elefante, que é um ícone do design. O protótipo foi desenhado em 1945 e foram feitos apenas dois dele, os quais ficaram exibidos no museu de arte moderna nos anos de 1945 e 1946.

Na época, eles forem criados em madeira. Hoje, são feitos em plástico.

 

eames_elephant_

Veja como montar um perfeito enxoval de bebê.


No EuNeném você cria sua  lista de enxoval de bebê com produtos de qualquer loja e faz seu Chá de Bebê Online. Pode compartilhar sua lista com amigos e familiares e ganhar presentes durante toda a gravidez. Experimente agora!

Quarto do Bebê: Guia completo do que você precisa saber
4.8 (95%) 4 votes